Vigilância Sanitária divulga protocolos para o controle da bactéria KPC, no Hospital de Clínicas da UFTM

 As Vigilâncias Sanitárias municipal e estadual, desde a primeira notícia de surto da bactéria KCP no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), têm acompanhado e fiscalizado o cumprimento das determinações, de acordo com critérios da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, para casos como o de Uberaba, objetivando o controle, a prevenção e eliminação do surto por KPC.

Conforme informa o diretor de Vigilância em Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde, Nelson Rannieri, as equipes continuam monitorando a evolução dos casos e as medidas implementadas pela instituição, sendo que as notificações ao HC/UFTM são emitidas sempre que há necessidade de adequações sanitárias.

Desde o dia 14 de setembro, o HC/UFTM recebeu três notificações. Entre as determinações das Vigilâncias Sanitárias, Nelson destaca que a administração do HC/UFTM deve adotar medidas imediatas para contenção, controle e eliminação do surto de colonização/infecção por KPC, como: em nível gerencial/administrativo, deve-se dar o suporte necessário e prover os materiais, insumos e condições operacionais adequados para a contenção, controle e eliminação do surto; em nível técnico, deve-se promover orientações e treinamentos dos profissionais envolvidos na assistência, com reforço e intensificação das medidas de prevenção, tais como, higiene de mãos; manuseio de secreções e fluidos corpóreos; cuidados para aspiração traqueal; cuidados no manuseio de cateteres e sondas; técnica adequada em curativos; revisão das técnicas de preparação e manipulação de líquidos para infusão parenteral, enteral e alimentação oral.

Também foram avaliadas pelas equipes da VISA a remoção dos pacientes colonizados/infectados para áreas de isolamento exclusiva para separá-los de pacientes não colonizados pela bactéria e adequação da terapêutica com antibiótico específico para infecções dessa natureza, entre outros. Além disso, na notificação consta o cumprimento do plano de ação recomendado pelo Serviço de Controle de Infecção Hospitalar do HC e o envio diário de relatórios sobre o andamento das medidas implementadas e sobre a situação do surto.

Na segunda notificação a Vigilância Sanitária pede ações mais pontuais, como restringir definitivamente o acesso do setor de hemodinâmica para as  UTIs,  mantendo o acesso exclusivamente  para a transferência de pacientes entre esses setores, devendo ser adotado sistema de comunicação para liberação de acesso (interfone, campainha, etc.); estabelecer medida de controle de acesso na entrada principal, garantindo ao  máximo sua restrição; intensificar supervisão, treinamento/capacitação dos profissionais e acadêmicos,  assegurando medidas de precaução padrão nos setores e mantendo registros dos mesmos; reavaliar as rotinas quanto ao acesso e orientações aos visitantes nos setores, bem como a continuidade das medidas apontadas na notificação anterior.

Hoje, foi encaminhada mais uma notificação ao HC/UFTM, com mais considerações como reavaliação dos produtos utilizados para limpeza e desinfecção da instituição; promover a substituição no prazo de 72 (setenta e duas) horas dos produtos de limpeza e desinfecção não registrados junto à ANVISA com a finalidade de uso hospitalar e designar profissional Farmacêutico para supervisionar a atividade de diluição de produtos para limpeza e desinfecção;

A Secretaria Municipal de Saúde, por sua vez, também já tomou as devidas providências, inclusive atendendo à solicitação do Ministério Público, o qual acompanha e participa das ações para dinamizar a judicialização no município. Esta semana foi montada uma Junta de Regulação de Leitos para auxílio no enfrentamento do surto da bactéria  de alta resistência KPC, na intenção de diminuir o número de pacientes que chegam ao HC,  dessa forma, facilitar o trabalho de remoção interna dos pacientes para promover a limpeza terminal e desinfecção dos ambientes e o trabalho de contenção do surto ser mais efetivo.

 

 

 

 

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.